Avaliação de métodos de quebra de dormência em sementes de “pirunga” (Erythroxylum bezerrae)

Conteúdo do artigo principal

Jorge Henrique Silva Júnior
Leônidas Zeferino Lex
Fábio de Oliveira Matos
Giovana Maria dos Anjos Carvalho
Lara Beatriz Araújo Pimentel
Ana Karoline Silva Reis Lima
Danille Vieira Veloso
Sabrina Maria de Moura De Moura Silva
Camilly Beatriz Alves Silva
Franciele Pereira Chagas

Resumo

Introdução. A dormência é um mecanismo fisiológico natural, ecologicamente vantajoso para sobrevivência da espécie às condições adversas do meio ambiente, propiciando a distribuição da germinação de sementes no tempo e no espaço. Entender as características da dormência das sementes é indispensável para o trabalho de produção de mudas e plantio das espécies que se deseja conservar e ampliar os potenciais produtivos, principalmente de plantas que apresentem potencial econômico, ambiental e/ou que estejam em perigos de extinção. Objetivo. Este artigo tem como objetivo realizar experimentos para quebra da dormência das sementes de “pirunga” (Erythroxylum bezerrae Plowman), uma espécie ameaçada de extinção, visando obter informações que possam ser utilizadas na produção de mudas para o reflorestamento e/ou aproveitamento do seu potencial econômico futuro. Material e Métodos. O estudo foi realizado na região do “Vale do Sambito”, no município de Valença no estado do Piauí. As sementes foram coletadas, despolpadas e submetidas à quatro tipos de metodologias de quebra de dormência (despolpa, hidratação, imersão em ácido e choque térmico). Após a aplicação destes procedimentos, as sementes foram plantadas e observada a quantidade de indivíduos que germinaram. Resultados e Discussão. Constatou-se que as sementes de “pirunga” possuem algum grau de dormência. Dentre os métodos utilizados para a quebra de dormência, a hidratação e imersão em ácido até 20 mim foram as que apresentaram maior percentual de germinação de 75% e 60%, respectivamente. Considerações Finais. Pode-se concluir que a “pirunga” possui características específicas que controlam a germinação e mesmo os testes que possuem maior percentual de germinação, ainda apresentaram percentuais baixos de germinação para produção de mudas em larga escala para fins comerciais e de reflorestamento.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SILVA JÚNIOR, J. H.; ZEFERINO LEX, L.; OLIVEIRA MATOS, F. de; CARVALHO, G. M. dos A.; PIMENTEL, L. B. A.; LIMA , A. K. S. R.; VELOSO, D. V.; DE MOURA SILVA, S. M. de M.; SILVA, C. B. A.; CHAGAS, F. P. Avaliação de métodos de quebra de dormência em sementes de “pirunga” (Erythroxylum bezerrae). Somma: Revista Científica do Instituto Federal do Piauí, Teresina, v. 10, p. 1–13 (e051024), 2024. DOI: 10.51361/somma.v9i1.180. Disponível em: https://revistas.ifpi.edu.br/index.php/somma/article/view/180. Acesso em: 20 abr. 2024.
Seção
Artigos

Referências

ABREU, D. C. A.; PORTO, K. G.; NOGUEIRA, A. C. Métodos de superação da dormência e substratos para germinação de sementes de Tachigali vulgaris LG Silva & HC Lima. Floresta e Ambiente, v. 24, p. e00071814, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/2179-8087.071814.

AGUIAR, F. I. S.; SILVA, R. C.; COSTA, R. M.; REIS, C. S.; FARIAS, M. F.; PARRA-SERRANO, L. J. Eficiência de diferentes métodos para superação da dormência em sementes de Dimorphandra mollis. Pesquisa Florestal Brasileira, v. 41, p. 1-6, 2020. DOI: https://doi.org/10.4336/2021.pfb.41e201901953.

ALBUQUERQUE, K. S.; GUIMARÃES, R. M.; ALMEIDA, I. F.; CLEMENTE, A. C. Alterações fisiológicas e bioquímicas durante a embebição de sementes de sucupira-preta (Bowdichia virgilioides Kunth.). Revista Brasileira de Sementes, v. 31, p. 12-19, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-31222009000100028.

AZEVEDO, G. A.; Silva Jr, J. S.; Mello, B. F. F. R.; Binotti, F. F. S.; Costa, E. Tratamentos pré-germinativos em sementes de tamboril. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v. 10, n. 1, p. 248-254, 2020. DOI: https://doi.org/10.21206/rbas.v10i1.9908.

BRANCALION, P. H. S.; MONDO, V. H. V.; NOVEMBRE, A. D. L. C. Escarificação química para a superação da dormência de sementes de saguaraji-vermelho (Colubrina glandulosa Perk.-Rhamnaceae). Revista Árvore, v. 35, p. 119-124, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-67622011000100014.

BRASIL. Lei Federal Nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm. Acesso em: 2 fev. 2023.

BRITO, L. S. O.; PINTO, F. C. L.; FILHO, M. O. M.; ROCHA, D. D.; MENDONZA, M. F. M.; AYALA, A. P.; BEZERRA B. P.; LOIOLA, M. I. B.; CONUTO, K. M.; SILVEIRA E. R.; PESSOA O. D. L. Tropane alkaloids from the stem bark of Erythroxylum bezerrae. Phytochemistry, v. 178, p. 1-9, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.phytochem.2020.112458.

BRUM, V. B.; SENGER, A. L.; LAUTHARTE, D. M.; VALENTIM, T. T.M.; ROSA, T. D. A. Superação dormência sementes beterraba por meio imersão água. In: 9° Salão Internacional de Ensino Pesquisa e Extensão – SIEPE, 9, 2017. Anais ... Fronteira da Paz (SC): Universidade Federal do Pampa, Campus Santana do Livramento. 2017, v. 2, p. 1 - 5. Disponível em: https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/98712 . Acessado em: 10 fev. 2024.

CORDEIRO, L. S.; LOIOLA, M. I. B. Flora do Ceará, Brasil: Erythroxylaceae. Rodriguésia, Rio de Janeiro, v. 69, n. 2, p. 881-903, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-7860201869242.

Centro Nacional de Conservação Da Flora - CNCFlora. Erythroxylum bezerrae. In: Centro Nacional de Conservação Da Flora - CNCFlora. Lista Vermelha da flora brasileira. Versão 2012.2. Centro Nacional de Conservação da Flora, 2012. Disponível em: http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Erythroxylum%20bezerrae. Acesso em: 31 abr. 2021.

CHAVES, E. M. F. Conocimiento y uso de plantas alimenticias silvestres en comunidades campesinas del Semiárido de Piauí, Noreste de Brasil. Ethnobotany Research And Applications, v. 18, p. 1-20, 2019.

FERREIRA, G.; PEGORIN, P.; SERAPHIM, R. G.; SILVA, J. J.; DELGADO, T.; MENDES, C. R. L. G.; VALERIO, Z.; NEVES, T. G.; SILVA, A. P. R.; SOUZA, E. P.; HONORIO, A. B. M.; CORREA, P. L. C.; PEREIRA, A. E.; CARDOSO, C. P. Dormência de sementes: provocações e reflexões. 1. ed. Botucatu - SP: E-book IBB - UNESP, 2022. 177p. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/items/970e35dc-1971-43c3-8079-180d13035c2b. Acesso em: 31 abr. 2021.

GAMA, J. S. N.; ALVES, E. U.; BRUNO, R. L. A.; PEREIRA JR., L. R.; BRAGA JR., J. M.; MONTE, D. M. O. Superação de dormência em sementes de Centrosema plumieri Benth. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, p. 643-651, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-31222011000400006.

GENTIL, D. F. O.; FERREIRA, S. A. N. Métodos de extração e limpeza de sementes de araçá-boi (Eugenia stipitata). Acta Amazonica, v. 30, n. 1, p. 23-30, 2000.

GOOGLE EARTH. Google Earth Pro (software). IFPI Campus Valença do Piauí.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE - cidades @. Cidades e Estados. Município de Valença do Piauí. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pi/valenca-do-piaui.html. Acesso em: 10 jun. 2021.

KHAN, A. A.; PECK, N. H.; TAYLOR, A. G. SAMIMY, C. Osmoconditioning of beet seeds to improve emergence and yield in cold soil. Agronomy Journal, v. 75, n. 5, p. 788-794, 1983.

LIMA, A. T.; MEIADO, M. V. Escarificação química como método eficiente para superação da dormência de sementes de Lonchocarpus sericeus (Poir.) Kunth ex DC. (Fabaceae). Gaia Scientia, v. 11, n. 4, p. 9-18, 2017. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2017v11n4.35464.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Londrina: ABRATES, 2015. 660 p.

Ministério do Meio Ambiente - MMA. Lista Oficial de Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção. Anexo 1. Portaria MMA Nº 148, de 7 de junho de 2022. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/legislacao/Portaria/2020/P_mma_148_2022_altera_anexos_P_mma_443_444_445_2014_atualiza_especies_ameacadas_extincao.pdf. Acesso em: 9 nov.

Ministério do Meio Ambiente - MMA. Instrução Normativa n° 06, de 23/09/2008. Disponível em: https://antigo.mma.gov.br/estruturas/179/_arquivos/179_05122008033615.pdf. Acesso em: 9 nov. 2023.

OLIVEIRA, K. J. B.; LIMA, J. S. S.; ANDRADE, L. I. F.; COSTA, J. A. M. A.; CRISPIM, J. F. Quebra de dormência de sementes de Delonix regia (Fabaceae). Revista de Ciências Agrárias, v. 41, n. 3, p. 709-716, 2018. DOI: https://doi.org/10.19084/RCA17302.

SANTOS, A. L. F.; FREIRE, J. M.; PIÑA-RODRIGUES, F. C. M. Avaliação de métodos para superação de dormência de sementes de leguminosas arbóreas utilizadas na recuperação de áreas degradadas. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2011. 32p. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/920943/avaliacao-de-metodos-para-superacao-de-dormencia-de-sementes-de-leguminosas-arboreas-utilizadas-na-recuperacao-de-areas-degradadas. Acesso em: 20 mar. 2023.

SIBBR - Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira. O Catálogo Taxonômico da Fauna do Brasil e Lista da Flora do Brasil 2020: Erythroxylum bezerrae Plowman. Serviço de Informações sobre o Brasil - gov.br. Disponível em: https://ala-bie.sibbr.gov.br/ala-bie/species/288951#overview. Acesso em: 20 mar. 2023.

SILVA, J. B.; VIEIRA, R. D.; CECÍLIO FILHO, A. B. Superação de dormência em sementes de beterraba por meio de imersão em água corrente. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 4, p. 990-992, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-05362005000400026.

VIVIAN, R.; SILVA, A. A.; GIMENES, M.; FAGAN, E. B.; RUIZ, S. T.; LABONIA, V. Dormência em sementes de plantas daninhas como mecanismo de sobrevivência: breve revisão. Planta Daninha, v. 26, n. 3, p. 695-706, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-83582008000300026.

ZUCARELI, C.; CAVARIANI, C.; OLIVEIRA, E. A. P.; NAKAGAWA, J. Métodos e temperaturas de hidratação na qualidade fisiológica de sementes de milho. Revista Ciência Agronômica, v. 42, n. 3, p. 684-692, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1806-66902011000300015.